Pular para o conteúdo

Benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema

Você sabe quais são os benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema?

Se a resposta foi não, com certeza esse artigo será útil para você.

Aqui vou falar sobre os benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema e tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Confira abaixo e sane suas principais dúvidas.

Benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema

O lipedema é caracterizado pelo depósito de gordura e inchaço que pode ser localizado nas pernas e braços.

Além disso, a mulher que tem lipedema pode também sentir dor no local afetado pela doença.

No entanto, uma boa alimentação pode ajudar a melhorar os sintomas da doença.

Por exemplo, a dieta anti-inflamatória pode ser uma grande aliada para ajudar a diminuir a dor e o desconforto causado pelo lipedema.

Mas, não para por aí, além dos benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema, esses são mais alguns benefícios dessa dieta:

  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares
  • Aumenta a imunidade
  • Auxilia na redução do colesterol ruim, o LDL e aumenta o colesterol bom, o HDL
  • Melhora os níveis de glicose
  • Reduz o risco de obesidade e diabetes
  • Auxilia no combate a depressão
  • Diminui os riscos de câncer

O que comer na dieta anti-inflamatória

Agora que você já sabe os benefícios dessa dieta, é fundamental conhecer os alimentos da dieta anti-inflamatória.

São eles:

  • Oleaginosas

Inclua oleaginosas na sua alimentação, por exemplo nozes, castanhas e amêndoas.

  • Peixes com ômega 3

Os peixes ricos em ômega 3 são fortes aliados na dieta anti-inflamatória, alguns exemplos desses peixes são: atum, salmão, sardinha, arenque e cavalinha.

  • Sementes e grãos integrais

Por exemplo, chia, gergelim, linhaça, quinoa, amaranto e gérmen de trigo.

  • Frutas ricas em vitamina c:

Alguns exemplos de frutas ricas em vitamina c são: limão, laranja, tangerina, acerola, kiwi, goiaba, maracujá, caju, melão e mamão.

  • Frutas vermelhas
LEIA TAMBÉM  Benefícios dos exercícios aquáticos no lipedema

Além das frutas ricas em vitamina, deve-se incluir também frutas vermelhas.

Por exemplo, romã, morango, melancia, uva e cereja.

  • Legumes e vegetais

Por exemplo a couve flor, o gengibre, o nabo, a cenoura, o repolho e o brócolis.

Além disso, rabanete, abóbora, espinafre, agrião, escarola e couve.

  • Óleos de boa qualidade

Por exemplo o óleo de coco e o azeite de oliva extra virgem.

  • Alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas

Esses alimentos possuem ômega 9 e podem ser incluídos na dieta anti-inflamatória, são eles o abacate e a azeitona.

  • Probióticos

Por exemplo, alguns tipos de iogurte, Kefir e kombucha.

  • Outros alimentos que podem ser incluídos na dieta anti-inflamatória

Para finalizar, esses são alguns dos alimentos que também podem ser incluídos na dieta anti-inflamatória.

São eles: alho, cebola, inhame, gengibre, especiarias como açafrão e curry, pimenta, pimentão, chocolate amargo e o vinho tinto desde que seja com moderação.

Alimentos proibidos

Além dos alimentos bons para essa dieta, existem os alimentos proibidos, ou seja, que não é indicado o consumo.

São eles:

  • Produtos ultraprocessados

Esses alimentos são cheios de químicas, conservantes e corantes que contribuem para a inflamação do corpo.

Alguns exemplos deles são: alimentos embutidos, suco em pó, misturas para bolos, nuggets, lasanha congelada, macarrão instantâneo, tempero pronto e refrigerante.

  • Cereais refinados

Por exemplo, biscoitos em geral, arroz branco, trigo, pães, maisena, fubá e massas.

O ideal é substituir esses alimentos pela versão integral deles.

  • Alimentos ricos em ômega 6

Se não for possível cortar de vez esses alimentos, é recomendado pelo menos diminuir e incluir mais alimentos ricos em ômega 3 para balancear a alimentação.

Alguns exemplos de alimentos ricos em ômega 6 são: óleos vegetais de soja, de algodão, de milho, de canola e de girassol.

  • Outros alimentos proibidos
LEIA TAMBÉM  Desperdício zero: as vantagens de assinar um plano de comida congelada

Outros exemplos de alimentos proibidos são: bebidas alcoólicas, com exceção do vinho que pode ser consumido com moderação, carnes suínas e bovinas com muita gordura, doces, biscoitos e sorvetes industrializados.

Além disso, embutidos como salsicha, mortadela, salame, linguiça e bacon, leites e derivados integrais como manteiga em excesso, creme de leite, queijos amarelos e requeijão.

Contraindicações

Se você está pensando em usufruir dos benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema, saiba que não possui contraindicações.

Já que se trata de uma dieta que fornece um equilíbrio entre carboidratos não refinados, proteína e gorduras fornecendo vitaminas, minerais, fibras e água de forma adequada.

Portanto, proporcionando benefícios e mais qualidade de vida.

É claro que, deve-se ficar atento se tem algum alimento que pode ou não consumir devido a alguma condição de saúde e retirá-lo do cardápio.

2 comentários em “Benefícios da dieta anti-inflamatória no lipedema”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *